terça-feira, 9 de abril de 2019

Petrolândia: Comunidade São Marcos convida para Festa em Louvor do Padroeiro que tem início no dia 21 de abril, a partir das 18h30


A Comunidade São Marcos convida todos a participarem da Festa em honra ao Padroeiro São Marcos Evangelista, que será realizada de 21 a 25 de abril, às 18h30, tendo seu encerramento no dia 25 com a Santa Missa, presidida por Pe. Luís Augusto, na igreja São Marcos na quadra-05 em Petrolândia.

21/04/19 - ABERTURA: Procissão saindo da Praça da Matriz até a Capela de São Marcos às 18h30m.
CELEBRANTE: Comunidade local
CANTOS: Grupos Servos de Jesus e Maria
1ª NOITE-22/04/19: Chamados pelo nome e marcados com a Cruz de Cristo.
CELEBRANTE E CANTOS: Comunidade Apolônio Sales
Salmo: 33(32) Texto Bíblico; Mc. 8, 34-35.

2ª NOITE-23/04/19: Chamados a Renascer pela água e pelo Espírito a Missão de Profetas, Sacerdotes e Reis.
CELEBRANTE: Comunidade Perpétuo Socorro
CANTOS: Comunidade Bom Pastor
Salmo: 40(39) Texto Bíblico: Jo. 3, 1-8

3º NOITE 24/04/19: Chamados a Revestir-nos da luz da Ressureição e Viver como Filhos e Irmãos.
CELEBRANTE: Setor Padre Cícero
CANTOS: Comunidade São Paulo II.
Salmo: 21, 2-8. Texto Bíblico: ,t. 6,7-15.

25/04/2019-ENCERRAMENTO: Missa com Padre Luís Augusto
LITURGIA: São Marcos
CANTOS: Coral Vozes do São Francisco
De 22 à 24: Terço Rezado pelo Movimento do Terço dos Homens da Comunidade Local, às 19h00min.

Realização:
Comunidade São Marcos, Paróquia São Francisco de Assis, Av. Lídia Aragão, Quadra 05, Petrolândia-PE.
Por Petrolândia Notícias

Temporal causa destruição e deixa pelo menos três mortos no Rio de Janeiro

O volume de chuva acumulado em apenas quatro horas, na noite dessa segunda, foi até 70% maior do que o esperado para todo o mês (foto: Mauro Pimentel/AFP)

Pelo menos três pessoas morreram por causa da chuva que atinge, desde a noite dessa segunda-feira (8/3), a cidade do Rio de Janeiro. Duas delas foram vítimas de um deslizamento no Morro da Babilônia, no Leme, zona sul da cidade. A terceira morte, por afogamento, foi registrada na  Avenida Marquês de São Vicente, na Gávea. 

Segundo relatos, um homem que estava na garupa de uma moto acabou derrubado pela correnteza e arrastado pela água. Quando o alagamento na via diminuiu, o corpo foi encontrado preso embaixo de um carro. O município do Rio de Janeiro está em estado de crise desde as 20h55. As áreas mais afetadas foram as zonas sul e oeste. O temporal alagou ruas, derrubou árvores, destruiu carros e inundou túneis por toda a cidade.

De acordo com dados do Alerta Rio, o sistema de monitoramento meteorológico da prefeitura do Rio, o volume de chuva acumulado em apenas quatro horas, na noite dessa segunda, foi até 70% maior do que o esperado para todo o mês de abril em alguns pontos dessas regiões.

Na zona oeste, a estação medidora da Barrinha registrou 212 milímetros de chuva entre as 18h e as 22h. No mesmo período, na zona sul, choveu 168 milímetros em Copacabana, 164 na Rocinha e 149 no Jardim Botânico.

Risco de deslizamento

As sirenes de alerta para risco de deslizamento de terra foram acionadas em 21 das 103 comunidades monitoradas pela Defesa Civil Municipal. Mas, segundo moradores, o alarme não chegou a ser acionado no Morro da Babilônia porque estava faltando energia na comunidade no momento do temporal

Lula dá o murro na mesa: Gleisi fica

Lula chamou líderes do PT para visitá-lo e passar a seguinte mensagem: Gleisi Hoffmann é sua candidata à reeleição para a presidência do partido. O ex-presidente pediu que a oposição interna a ela baixe a bola.
Além de pressionar para que a legenda evite expor as divisões internas em relação à escolha de seu futuro comando, em novembro, ele argumentou que Gleisi tem o perfil apropriado para o momento. Além disso, cumpriu um papel importante na eleição de 2018 e mereceria ser preservada.
O petista, por outro lado, pediu a Gleisi que ouvisse mais a direção da legenda e grupos não totalmente alinhados com ela. A deputada federal confirma o diálogo com Lula. “Ele quer que eu converse ainda mais com a galera”, afirma.
Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo

Temporal no Rio: um morto e três crianças soterradas em deslizamentos

Bombeiros fazem buscas por três crianças que foram soterradas no Morro da Babilônia, no Leme, Zona Sul do Rio, durante o temporal que caiu na noite desta segunda-feira (8).
De acordo com o Corpo de Bombeiros, as três crianças e uma mulher foram soterradas. Ela teria sido atendida por policiais da UPP e levada a uma unidade de saúde. As buscas pelas crianças seguiram durante a madrugada desta terça (9).
Morte na Gávea
O temporal que alagou ruas, derrubou árvores e destruiu carros causou pelo menos uma morte. Segundo o comando do 23º Batalhão de Polícia Militar (Leblon), o corpo de um homem foi achado na Gávea, Zona Sul, debaixo de um carro.
A causa da morte ainda não foi divulgada. Segundo testemunhas, o homem morreu afogado ao cair de moto, ser arrastado pela água que descia da Avenida Marquês de São Vicente, uma das principais do bairro, e ficar preso debaixo de um carro.
Resumo do temporal:
  • 1 morte confirmada na Gávea
  • 3 crianças desaparecidas em deslizamento na Babilônia
  • 39 sirenes acionadas em 20 comunidades
  • Rio entrou em estágio de crise às 20h55
  • Barra/Barrinha foi onde mais choveu
  • aulas suspensas na rede municipal nesta terça
  • Pelo menos 8 árvores caíram
  • Trecho da ciclovia Tim Maia desabou, e Av. Niemeyer foi interditada
  • Bombeiros usaram barcos para resgatar crianças no Jd. Botânico - G1

Bom dia Petrolândia, bom dia Nordeste, bom dia Brasil!



Paisagens no sertão petrolandense

Mostrando sempre algo diferente nas manhãs nordestina, o Blog Petrolândia em Foco divulga um pouco de tudo  que acontece e  que existe na região petrolandense, desde á foto especial como a simplicidade do dia a dia nesta área do sertão pernambucano. Isso é Petrolândia, isso é Nordeste, Isso é Brasil. Bom dia!