quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Bolsonaro critica Renda Brasil e diz que projeto está suspenso

© Reuters
O presidente da República, Jair Bolsonaro, criticou publicamente a proposta do "Renda Brasil", apresentada a ele pela equipe econômica esta semana. Bolsonaro afirmou que o projeto está suspenso e que não vai "tirar (recursos) dos mais pobres" para abastecer o novo programa, apresentado como substituto do Bolsa Família.

"Ontem discutimos a possível proposta do Renda Brasil. E eu falei 'está suspenso', vamos voltar a conversar. A proposta, como a equipe econômica apareceu para mim não será enviada ao Parlamento. Não posso tirar de pobres para dar a paupérrimos. Não podemos fazer isso aí", disse Bolsonaro, durante evento em Minas Gerais, no final da manhã desta quarta-feira, 26.

Como mostraram o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) e o jornal O Estado de S. Paulo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ao presidente que para chegar ao benefício médio de R$ 300, como quer Bolsonaro, é preciso cortar deduções de saúde e educação do Imposto de Renda. Atualmente, o valor médio pago pelo programa criado na gestão petista é de R$ 190.

Bolsonaro também confirmou que a ideia da equipe econômica era usar o dinheiro que hoje paga o abono salarial de trabalhadores para bancar parte do Renda Brasil, mas deixou claro que não gostou da possibilidade. "Por exemplo, a questão do abono para quem ganha até dois salários mínimos, que seria como um décimo quarto salário... Não podemos tirar isso de 12 milhões de pessoas para dar a um Bolsa Família, um Renda Brasil, seja lá o que for o nome do programa", disse.

O presidente afirmou que o "melhor programa para o País", na visão dele, é a geração de empregos. "Ou o Brasil começa a produzir, a fazer um plano que interessa a todos nós, que é o emprego, ou estamos fadados ao insucesso. Não posso fazer milagre."

Organização tenta evitar tragédia com covid-19 entre índios isolados

© Pixabay
Lideranças que atuam na defesa dos índios isolados da terra indígena Vale do Javari, região do Amazonas que concentra o maior número de indígenas sem contato com não índios em todo o mundo, enviaram uma carta de apelo a representantes da Funai e da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde, para que tomem medidas que evitem o alastramento da covid-19 entre seus povos.

No documento assinado pelo vice-coordenador da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja), Varney da Silva Tavares Kanamary, os indígenas relatam que já foram confirmadas duas mortes na região, de Yovempa Marubo e Maria Tyawih Kanamary. "A Univaja teme que uma tragédia ainda maior chegue até os povos isolados e de recente contato (Korubo e Tsohom Djapá) de nossa terra. Infelizmente foi necessário a doença adentrar em nosso território, possivelmente por funcionários da Sesai, para que protocolos mais rígidos de quarentena e testagem fossem adotados pelas equipes do governo", afirma o documento.

Os indígenas relembram que, no início de agosto, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) referendou, por unanimidade, a liminar do ministro Luís Roberto Barroso, que determina que o governo federal adote providências urgentes para evitar o contágio pelo novo coronavírus entre indígenas. Dois dos pedidos da ação, que foi movida pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) e acatados pelo STF, dizem respeito exclusivamente à proteção dos povos indígenas isolados e de recente contato. Trata-se da criação de barreiras sanitárias nas terras indígenas com presença desses povos, dentre elas o Vale do Javari, e a criação de uma "sala de situação" para monitoramento e fiscalização.

Os indígenas pedem informações claras e medidas tomadas sobre os atuais protocolos da Funai e Sesai para quarentena e testagem de covid-19 dos seus servidores e profissionais contratados para ingresso na terra indígena, solicitam uma visita do coordenador geral de índios isolados da Funai, Ricardo Lopes Dias, no Vale do Javari e a instauração da sala de situação local, com agenda de reuniões, forma de funcionamento e como se dará a participação do movimento indígena.

OMS: reinfecção por covid-19 não significa que vacina não funcionará

© Shutterstock
Líder da resposta da OMS à pandemia, Maria Van Kerkhove afirmou nesta quarta-feira que o fato de haver ao menos um caso documentado de reinfecção por covid-19, em Hong Kong, não significa que as vacinas atualmente em elaboração não se mostrarão eficientes.

Durante evento virtual de perguntas e respostas da entidade, Kerkhove lembrou que há pouquíssimos registros de pessoas que pegaram o vírus por duas vezes, diante do grande universo de já infectados pela doença. "Sabemos que reinfecção por covid-19 não é comum, mas é possível", apontou.

Kerkhove disse, de qualquer modo, que podem surgir mais casos de reinfecção. Diante disso, ela comentou que é preciso que todos mantenham as medidas de prevenção de contágios, como o uso de máscaras, o distanciamento físico e a lavagem das mãos. Estadão Conteúdo

Polêmico na F-1, Flavio Briatore é diagnosticado com covid-19

© Reuters
Flavio Briatore, 70 anos, ex-dirigente da Benetton e Renault na Fórmula 1, está internado em estado grave no Hospital San Rafaelle, em Milão, na Itália. Segundo a revista italiana L'Expresso, o empresário está sob os cuidados médicos na unidade semi-intensiva.

Briatore criticou nos últimos dias, por intermédio das redes sociais, a prefeitura de Arzachena, cidade de dez mil habitantes na Sardenha, onde é dono de um hotel, sendo contrário às medidas tomadas para controlar a taxa de transmissão do coronavírus na região, às quais chamou de "restritivas".

O empresário fechou o hotel poucos dias antes de ser hospitalizado, após seis funcionários testarem positivo para a covid-19. No total, cerca de 50 empregados estão isolamento.

Briatore ficou marcado pela polêmica envolvendo o brasileiro Nelsinho Piquet e o espanhol Fernando Alonso no GP de Singapura de 2008, quando comandava a Renault. Ele foi banido da F-1 após ser acusado de mandar Piquet bater seu carro de propósito para favorecer Alonso.

O italiano também foi empresário de pilotos como o australiano Mark Webber, o finlandês Heikki Kovalainen e o italiano Jarno Trulli.

Erick Flores é preso em treino do Volta Redonda por não pagar pensão

© Reprodução

O treinamento do Volta Redonda nesta terça-feira foi marcado por um acontecimento incomum envolvendo o experiente atacante Erick Flores. Durante a atividade comandada pelo técnico Luizinho Vieira, o jogador de 31 anos foi abordado por um oficial de justiça e levado para a 93ª Delegacia de Polícia por atrasar o pagamento de pensão alimentícia.

Erick Flores foi detido e o departamento jurídico do clube já entrou em contato com os advogados do jogador para tomar conhecimento do caso e dar suporte ao atleta. O valor do débito é desconhecido.

O Volta Redonda está disputando a Série C do Campeonato Brasileiro e lidera o Grupo B, com sete pontos. Emprestado pelo Boavista após o Carioca, Erick Flores foi titular nas primeiras três rodadas.

Revelado nas categorias de base do Flamengo, onde fez parte do elenco campeão brasileiro em 2009, o atacante rodou por Ceará, Náutico, Avaí, ABC, Fortaleza, Criciúma, São Bernardo, Duque de Caxias, Brasiliense e Boavista.

Bom dia Petrolândia, bom dia Nordeste, bom dia Brasil!

Bom dia Brasil!
Foto: Poeta Tony Xavier

Esse é o Mandacaru
Um dos Kactus do sertão
Entre as matas do nordeste
Ele é sempre tradição.
Para mim é uma alegria,
Desejar sempre um bom dia,
Com amor e emoção!

Blog Petrolândia em Foco
Foto: Poeta Tony Xavier


Onilda Xavier é aniversariante do dia. Feliz aniversário!

Onilda Xavier

Hoje o dia é exclusivamente dela, Onilda Xavier, que nesta data de hoje está fazendo mais um aniversário e todos os amigos e familiares tem a honra de enviar as suas felicitações, para homenagear esta grande amiga.

Parabéns Onilda, que Deus abençoe  você  e lhe conceda vida longa sempre com muita saúde e felicidade. 

São os votos de felicitações do blog Petrolândia em Foco e grupo Barreirense de Coração.

Blog Petrolândia em Foco
Equipe do Grupo Barreirense de Coração
Fotos: Poeta Tony Xavier