domingo, 14 de julho de 2019

Respirando Poesias: Coisas da Natureza, por: Tony Xavier o poeta do povo

Poeta Tony Xavier

Coisas da Natureza
Por Tony Xavier

Tá vendo aquela montanha
E abaixo dela um cercado
Lá na frente uma porteira
Onde entra e sai o gado.
Ali tem um juazeiro,
Onde fica o dia inteiro,
Muitos animais deitados.

Tá vendo aquela umburana
Dentro daquele curral
Que protege e faz sombra
Para o bem do animal,
Aquilo é uma riqueza,
São coisas da natureza,
No meio do matagal.

Tá vendo aquele estilingue
Nas mãos daquele senhor
Na intenção de matar
Às aves que Deus deixou,
Ele precisa de ajuda,
Se você poder acuda,
Seu coração sem amor.

Tá vendo o Sol ardente
No meio deste sertão
E o canto da passarada
Sabiá ou Azulão
Ali eles estão chamando,
Á chuva já tá chegando,
Já posso ouvir o trovão.

Tá vendo às nuvens escuras
Escondendo o azul do Céu
E nas árvores abelhas 
Nos favos branco papel.
Elas estão agitadas,
Completamente ouriçadas,
Tentando fazer o mel.

Tá vendo que tudo isso
São coisas da natureza
Que enriquecem á vida,
Você pode ter certeza.
Nós temos o compromisso,
De proteger tudo isso,
Dando valor á beleza.

Por: Tony Xavier
O poeta do povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário